Democracia em vertigem

Vale a pena assistir documentário sobre política brasileira, disponível no Netflix

Boa pauta, bom ritmo, boa qualificação teórica e imagens belíssimas facilitam a indicação do documentário

O documentário de Petra Costa apóia-se na história da autora expondo uma crítica afetiva da experiência petista no Brasil. As orientações populares do período petista, ainda que tenham sido frustradas, são um princípio justo, ainda mais diante das contradições e propostas quase abertamente regressivas dos governos que sucederam o impedimento de Dilma Rousseff. Aprofundando nas boas intenções da cúpula petista, a autora não deixa de pontuar a insistência na estratégia de conciliação de classes e contradição fundamental da estratégia democrática e popular, explicada em palavras simples por Gilberto Carvalho (ex sectretário geral da presidência, do PT).

O bom documentário não aprofunda, mas, de toda forma, anima uma discussão melhor sobre algo que os trabalhadores mais simples deixam claro na cobertura: o PT fez por merecer. Quais os erros, as contradições e os acertos deste projeto político que caracterizou os último anos da esperança de desenvolvimento nacional que acompanharam a industrialização? Para além de dizer que Lula é ladrão ou traidor de classes, qual o erro da estratégia petista?

Uma crítica não pode deixar de ser feita: o trailer do documentário traz uma impressão falsa de fanatismo e despolitização. Como peça de divulgação, ele afasta o público mais distanciado da catarse petista e prejudica as impressões antecipadas da obra. Eu pediria que os leitores desconsidassem o trailer e concentrassem na pertinência temática da obra.

Publicado por iuri muniz

Funcionário público da educação e ativista sindical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *